Reinventando a si mesmo

Se você pretende ser uma pessoa mais feliz, próspera, bem-sucedida e de bem com a vida, não deixe passar em branco a oportunidade que se abre quando se instala uma crise de identidade. Quando isso lhe acontecer, agarre essa chance e embarque em uma viagem rumo a um território desconhecido: você!

É a sua oportunidade de reinventar-se e, conseqüentemente, de mudar sua história de vida! Em vez de ficar se lamentando pelo que passou ou adiando a sua felicidade para o futuro, comece a viver o aqui e agora. Fazer isso não é tão simples como trocar de roupa ou mudar radicalmente o visual. Exige muito empenho e determinação, pois se trata de uma mudança que começa lá dentro e, pouco-a-pouco, vai se refletindo no seu exterior.

Primeiro, fique atento às novas possibilidades de enxergar o mundo. Há muitas maneiras de enxergar o mundo, mas quase sempre preferimos ficar com uma, que nos aloja numa zona de conforto, que não-necessariamente é o melhor lugar onde poderíamos estar. Muitas vezes, tudo de que precisamos para nos reencontrar é sair da zona de conforto e olhar o mundo com outros olhos.

Só podemos viver melhor o presente e criar o futuro que quisermos para nós se refizermos a parte do nosso passado que nos gera sofrimento e dor; se jogarmos fora a pesada bagagem emocional que nos impede de caminhar suavemente pela vida. Na verdade, tudo o que você tem de fazer é trocar a cor das lentes com as quais você olha para pontos nevrálgicos da sua vida. Tem de fazer uma reinterpretação dos fatos para ressignificar o passado, alterando sua influência no presente e, por conseqüência, no futuro.

Cedo ou tarde, quase todo mundo é convocado a enfrentar o passado. O que aconteceu, aconteceu, não pode ser modificado. Mas você pode modificar a sua maneira de ver, de compreender e de sentir fatos que aconteceram na sua vida.

Isso é possível por que somos animais lingüísticos, e porque a interpretação que fazemos dos fatos costuma ser mais relevante que o acontecimento em si. Portanto, muda-se a interpretação e o fato ganha outro significado.

A significação dos fatos que aconteceram no passado é feita a partir de nosso sistema de crenças, que quase sempre é formado na primeira infância (fase que vai do nascimento até os 7 anos de idade, aproximadamente). Mas a qualquer momento é possível trazer à tona uma crença ou um acontecimento dar-lhe outra interpretação.

Reinterpretando de modo positivo um fato que o marcou negativamente, você transforma trauma em experiência. Lembre-se de que só você tem poder sobre a sua vida. Você é o único responsável por ela; portanto, em vez de ficar se lamentando pela bronca que levou do seu pai quando era pequeno ou de ter sido humilhado pelo seu chefe diante seus colegas, vá a luta e transforme seus traumas em experiências de vida! Tire proveito dos acontecimentos do passado como verdadeiras lições para o futuro e liberte-se do insuportável fardo que o impede de seguir em frente!

Faça uma visita ao passado, mas a partir do que você é agora, com toda a sua bagagem de vida. Certamente, visto sob um novo ponto de vista, aquilo que você codificou como trauma até que não foi tão ruim, não é mesmo? O ser humano pode mudar a realidade contando apenas com uma idéia. Então, que tal recriar o seu passado a partir do presente e moldar o seu futuro, de acordo com seus ideais?

drlairDr. Lair Ribeiro — Palestrante internacional, ex-diretor da Merck Sharp & Dohme e da Ciba-Geigy Corporation, nos Estados Unidos, e autor de vários livros que se tornaram best-sellers no Brasil e em países da América Latina e da Europa. Médico cardiologista, viveu 17 anos nos Estados Unidos, onde realizou treinamentos e pesquisas na Harvard Unversity, Baylor College of Medicine e Thomas Jefferson University.

Webpage: www.lairribeiro.com.br

e-mail: gruposintonia@lairribeiro.com.br

Tel. 0-55-11-3889.0038